tanto

28/12/2012

2012 está no top 3 dos anos mais agudos da minha vida:

nunca estive tão pobre, tão fudida, tão sem perspectivas;

nunca tinha tido um problema sério de saúde e essas coisas que nos humanizam;

nunca fui tão prestigiada como artista, tão amada, tão respeitada, tão incrivelmente bendita entre aqueles que admiro;

nunca tinha tido um produtor tão amável, que me deu um disco que eu desejava tanto fazer;

nunca tive tanta certeza do que estou fazendo;

nunca fui tão ajudada;

nunca fui tão despojada, tão desguarnecida, tão desapegada e tão plena;

nunca fui tão inteira. e tão crua.

é muito, é tanto….

Eu sempre quis muito Mesmo que parecesse ser modesto Juro que eu não presto Eu sou muito louco, muito Mas na sua presença O meu desejo Parece pequeno Muito é muito pouco, muito

%d blogueiros gostam disto: