52

30/06/2016

não quero que o tempo seja um tornado que vem se aproximando, prometendo só arrancar as árvores e os telhados das casas, matar os animais e secar os rios. Não quero que o tempo seja um fardo, um estorvo. Quero viver esse tempo com amor, abraçar essa vida com gosto, suas teias, seus ninhos de passarinhos, seus musgos, suas florações e seus estios. ciclo que me inclui. nunca paro de renascer.

não quero que a realidade seja insuportável, que eu precise viver de olhos fechados pra suportar as coisas como são.  o ocaso de uns, a aurora de outros. quero olhar as coisas como são, de mulher pra mulher. e falar, sim, ok, vou encarar de coração aberto. e vou me esforçar pra achar o lado bom do inevitável. e vou comemorar por estar inteira, de pé e morrendo de rir e de cantar, cercada de tanto verdadeiro amor dos meus amigos e da família.

a idade não será um castigo. envelhecer não será um motivo pra me esconder. amadurecer será mais uma das coisas boas da vida. potência plena ocupada. espaço dinamizado. expansão e visão panorâmica. vejo mais, cobiço mais, quero mais.

vem 52. IMG_6226

♫ O barato do financiamento coletivo, como o que estou fazendo para levantar fundos pro lançamento do meu CD, é que a gente ganha o poder de escolher o que quer ouvir, e sai da posição passiva, de ouvir a música que escolhem pra gente ouvir. Isso é revolucionário.

Falta uma semana para o fim do nosso prazo. Conseguimos reunir 72% do total. O negócio é fácil, simples e barato. Vc compra seu CD, seu ingresso pro show, e me ajuda a fazer um lançamento bacana. Dá uma olhadinha aí no link.

obrigada ♫

lançamento do CD Jamba, de Andrea Dutra

O show de lançamento vai acontecer na Sala Baden Powell, dia 25 de maio, às 20h, copacabana, RJ.

retiro

01/10/2010

melhor, mesmo, ter ficado em casa esta noite. em noites como esta, se saio, não volto. não tenho medo da rua. ando, bebo, converso. em noites assim, brancas, sem lua, clima semifredo, a rua é minha, a madrugada me pertence. acordo a jovem vampira e invoco o velho poder de nunca envelhecer, de nunca me cansar, de nunca deixar de ficar acordada.  um tal de correr pra esquecer, uma saudade seiládoquê, uma vontade que não é.  melhor, mesmo, ter ficado em casa esta noite.

%d blogueiros gostam disto: