English Lavender

08/03/2016

vc era alto. e eu gostava de andar pelas ruas de Laranjeiras pendurada em vc, na ponta dos pés, escalando seu braço, até quase alcançar seu pescoço, onde morava aquele perfume, que um dia, bem depois da felicidade, procurei na prateleira da drogaria. era tanta saudade que entrei na farmácia, junkie em privação, peguei o frasco de colônia e cheirei. uma cafungada certeira que bateu no fundo. depois botei de volta o vidro fechadinho e fui embora com o os pulsos encharcados de perfume, e fui cheirando e chorando pela rua. roubei o cheiro da lavanda, mas seu cheiro, aquela nota de fundo que era só sua, não estava lá. eu tinha orgulho de exibir pro mundo que vc era meu, que éramos tão estupidamente felizes, e que nem adiantava comparar, porque nenhum humano jamais saberia o que era aquilo que a gente tinha. nosso amor, nossa cumplidade. Era English Lavender, o cheiro. 

2014-08-31 16.20.18-1

– lave as mãos qdo sair do banheiro;

– lave as mãos antes de tocar aquele lugar sagrado do ser amado (tá, nem precisa ser assim tão amado ou tão sagrado). ninguém merece ser tocado com mão de rua, de dinheiro ou de corrimão de ônibus;

– use metade do perfume que vc está habituado a usar. nunca, sob nenhuma hipótese, no rosto; perfume é atrás da orelha, no pescocinho, na dobra do braço e só. senão, qdo vc dá dois beijinhos pra cumprimentar uma moça, vc carimba ela pela noite toda. e ai, a moça que veio com cheiro de moça, fica a noite toda com cheiro de rapaz;

–  se vc usa perfume, use desodorante sem perfume. e se usar após-barba, dobre o cuidado com as misturas. ninguém aguenta tanto conflito, principalmente a pessoa que está colada em você, te abraçando e te beijando;

– se vc bebe cerveja, escove os dentes antes do beijo de bom dia. o bafo de cerveja dormida derruba qq entusiasmo matinal. aliás, escove os dentes pelo menos duas vezes ao dia e sempre antes de sair pra namorar;

– se vc ronca, não espere que a criatura ao seu lado se adapte. cuide-se;

– especialmente, dê oportunidade para a moça decidir em que momento ela quer abrir seu fecho-éclair;

– nunca se esqueça, sequer por um minuto, que carinho é bom, muito bom, e todo mundo gosta!

%d blogueiros gostam disto: