amor

21/08/2011

por que ele nao pode simplesmente se oferecer, romper o silêncio, anunciando a chegada,  quebrando a frieza dos dias que se repetem, iguais, por igual? o telefone poderia tocar, chamando, deixando aquele recado que ocupa toda a secretária eletrônica. Ou podia um email chegar avisando: “chegou, agora é com vc”. Uma faixa na praça, uma pichação no muro, o asfalto caiado em frente à janela, um carro de som dando voltas no quarteirão, avisando: “Amor, cheguei”. E por que não?

Uns ensinam: se vc quer encontrar amor, acredite na magia. Vc acredita. E nada. Outros dizem: ponha os pés no chão, pare de sonhar. Vc finca o pé no chão. Nada. Sinalize! Mostre o que pretende, se posicione.  Ops. Não, não sinalize! Não atropele acontecimentos, não queime etapas. Olhe em volta, com cuidado, seu vizinho de baia, seu colega de turma, procure mais perto do que vc imagina, debaixo do seu nariz. Pare de procurar!  Quem procura, espanta. O segredo é  querer, muito. Mas não pode demonstrar, senão, assusta. Primeiro vc tem que se amar, depois ser amado, depois amar o outro. Encontre um motivo pra viver, o resto vem no bojo. Opostos se atraem, as diferenças são complementares. O amor é cego. Melhor é achar alguem beeem parecido com vc.  Iguais se entendem de cara, quanto mais diferentes, mais difícil. Quanto mais iguais, mais brigas. Perdi alguma instrução?

%d blogueiros gostam disto: