toda ouvidos 3

17/10/2009

tem um morador de rua clássico aqui no Leblon. Jovem, altíssimo, magérrimo, muito sujo, sempre sentado na calçada da rua principal do bairro, a Ataulfo. Ele nao sorri de volta, nao reconhece vc, mesmo que vc o veja todo dia e q dê grana, comida, cumprimente. Ele olha através da gente.

Pessoas passavam pra lá e pra cá, na frente do Balada Sucos, completamente alheias à presença dele, sentado no meio da calçada. No meio fio, dois pombos pombeavam.

Quando eu passava do lado dele, escutei ele dizer pra ele mesmo: “É isso aí… cada pombo no seu ninho….”

nem que eu caminhasse até o leblon não iria encontrar

vida dura

06/10/2009

um morador de rua entrou na Sendas do Leblon, entrou na fila do caixa, pediu um maço de cigarros e pagou. A moça do caixa deu o troco pra ele.

“E a nota?” – Ele perguntou?

“Quer nota de cigarro?” – Ela desdenhou

“É, os segurança tá tudo de olho em mim, vão me ver saindo com cigarro,  já viu…” – encerrou.

It could be worse. It could be raining…

tijolo por tijolo num desenho lógico

%d blogueiros gostam disto: