o ano do dragão

30/12/2011

agradeço a todos que foram ver meus shows, a todos que aplaudiram e se emocionaram com a minha música. agradeço a todos que compartilharam seus talentos comigo, melhorando os meus. os que me elogiaram e os que me criticaram. a todos que me acompanharam nos meus dias bons e ruins. também a todos que me escutaram na mesa do bar e aos que me contaram suas histórias. a todos aqueles que me deram a mão qdo eu estava sozinha,  e a todos os que me negaram ajuda. a todos os que me disseram sim e a todos que me disseram não. agradeço a todas as intempéries, aos dias de sol, às chuvas torrenciais e às noites de frio e solidão, bem como às noites de alegria, cercada de gente querida. agradeço à saúde que me manteve de pé e aos problemas de saúde que me derrubaram. agradeço à dor e ao alívio da dor. à salvação da música e ao silêncio. agradeço aos leitores que me doaram seus olhos, aos que comentaram meus posts, aos que calaram.

agradeço à minha mãe, pelo amor sem nome e sem tamanho, à minha irmã por nunca deixar que eu me sinta só e por me lembrar da alegria, ao meu pai pela preocupação amorosa diária, ao meu padrastinho pelas boas lembranças e à minha fada-madrasta por me amar como a uma filha. e à minha sobrinha por me melhorar, pra mostrar pra ela, com atitudes, que bom é ser da paz e da gentileza, respeitando os sentimentos e as diferenças, sem distinção de raça, credo ou cor.

agradeço aos homens que me amaram e aos que me rejeitaram. agradeço aos que apostaram em mim e aos que fecharam as portas. agradeço a tudo que mudou e a tudo que ficou. às pessoas que se despediram e às que entraram na minha vida. aos amigos de sempre, aos novos amigos, aos novos parceiros de trabalho e de vida, aos novos lugares que conheci, aos velhos hábitos e  lugares que abandonei. aos acertos que fiz e aos erros que cometi. aos presentes que ganhei e às oportunidades que perdi. ao que me foi concedido e ao que me foi negado.

agradeço ao inexorável movimento da roda da fortuna, que ora traz, ora leva, ensinando que tudo está latente, tudo está pulsando, tudo está vivo, tudo pode acontecer.

Vem aí o Ano do Dragão, soprando vida e energia pelas ventas!

%d blogueiros gostam disto: