árvore da vida

30/05/2014

a pessoa encontra comigo na rua e fala: “meniiiiina, não consigo ver seu show!” aqui comigo, penso “e tenta?”. fiz 275 shows na Modern Sound, todos os sábados, durante cinco anos. ela me encontrava na rua e dizia: “ah, quero taaanto te ver! mas nao consigo”. estou há 4 anos residente no Triboz, e em outros lugares, sempre. canto sem parar, há 25 anos. e ela: “nossa! esse eu não perco!” E perde.

essa mesma pessoa me pede receitas vegetarianas e/ou naturebas, que faço todo dia pra mim mesma. na verdade são não-receitas. abro a geladeira e faço a combinação na hora. tudo muito fácil de fazer. às vezes, posto a foto, e ela me pede as receitas. eu escrevo, já que não existem, e mando pra ela. outro dia disse que nunca fez nenhuma: “muito complicado isso, né??” esses dias, ela comentou que sonha em comer comida saudável, mas dá muito trabalho. diz também que quer cantar e tocar um instrumento e ir pro samba e sair pra dançar e ir a shows legais e fala: “me chama qdo for?” transferindo pra mim a escolha que deveria ser dela.

entendo isso como uma metáfora de um tipo de vida que é bem comum. a pessoa vive desejando algo que não consegue alcançar, por mais fácil que seja, por mais que só precise esticar a mão. e vive desejante e não goza nunca. deus me livre e guarde. é tudo o que eu não quero pra mim! hoje eu precisava dessa aula, pra lembrar de esticar a mão e pegar o fruto que eu quiser da árvore da vida. inclusive aquele.

I believe I can fly, I believe I can touch the sky , I think about it ev'ry night and day, spread my wings and fly away

escolhas

06/11/2012

não se pode andar de cabeça baixa qdo se fez uma escolha.  não se pode se desvalorizar, nem se explicar, nem se desculpar depois de ter tomado uma decisão de vida. as escolhas implicam um conjunto de escolhas. efeitos colaterais são para os fracos. quem escolhe, calcula. aquilo a que vc se dedica é aquilo que vai te dar nome e função. e pão. ou não. ou pau. ou pedra. mas é de onde sairá a sua satisfação e sua tristeza,, e todo o conjunto de matizes disponíveis de resultados. escolher de verdade não permite lamentação, não permite fraquejar, não permite surpresas. tudo custa alguma coisa,  tem que engolir seco e continuar. ou escolher outra coisa. a vida é feita de escolhas e de esquinas que nunca viramos, portanto, nao temos como saber o que teria acontecido, caso a escolha tivesse sido outra. só nao se pode confundir escolha com garantia de sucesso. não existe sucesso pré-moldado. tudo vai se desenhando e redesenhando, como a areia na beira do mar. a mesma areia, o mesmo mar, sempre outros. a coisa pode não dar onde vc planejava. vc escolhe como dar a largada, em que passo vai correr, como vai se preparar, mas nao sabe que adversários vai encontrar pelo caminho, não sabe como vai estar a estrada. mas mesmo assim, ora, vc vai estar no páreo  pra ganhar ou perder. e o nome disso é viver.

Onde queres revólver, sou coqueiro E onde queres dinheiro, sou paixão Onde queres descanso, sou desejo E onde sou só desejo, queres não E onde não queres nada, nada falta E onde voas bem alto, eu sou o chão E onde pisas o chão, minha alma salta E ganha liberdade na amplidão

%d blogueiros gostam disto: