Luanda Cozetti é uma cantora cujo privilegiado ouvido harmônico a deixa livre para voar nas melodias, sem nunca perder a noção do caminho, voltando sempre que precisa para dar um alô ao tema, ao tempo, ao mundo dos mortais. Depois volta feliz para suas escalas de improviso e voa, voa. Intérprete inteligente, que diz a letra da canção, é a cantora mais técnica que já presenciei cantar. Para mim, Luanda é top, pq sua técnica não a atrapalha, jamais.

Luanda Cozetti está “a viveire” no ultramar, em Lisboa, que lhe deu ouvidos muito melhores do que o Brasil consegue dar.

*

Dindi, de Tom Jobim.

%d blogueiros gostam disto: