rainha da noite

11/03/2016

levantava, pegava a bolsa e ia. Jobi, Clipper, Guanabara, Real Astoria, Bar Lagoa, Sats, Bofetada, Cervantes, Bracarense, Hipódromo. Ipanemense que sou, meus bares sempre foram por perto. Canceriana que sou, sempre fiz da noite a minha casa, do bar, meu castelo, dos garçons, meus camaradas. em todos os lugares fiz amigos. só chegar, pedir um copo, emendar o papo, começar outro, rir das piadas, contar casos, ouvir confidências. ali e então, sem passado e sem futuro. fechando bares, abrindo madrugadas, inaugurando dias, raiando sóis, voltando pra casa de manhã, sozinha, com um novo amor ou com um velho amigo. um mundo-ilha onde eu e meus amigos morávamos. quantos milhões de pileques homéricos e noites memoráveis e papos incríveis. eu era a dama da noite, cujo perfume se espalhava ao anoitecer, atendia ao chamado da lua e ia.

os bares, uns não existem mais, outros mudaram pra pior ou melhor, outros continuam apenas de pé. assim como os amigos.

e eu sou uma mulher em permanente exercício de equilíbrio entre querer e poder, sempre tendendo a escolher o desejo à necessidade. como uma bailarina aposentada, de vez em quando visto as sapatilhas guardadas e danço, pro espelho, a minha dança-eu. lembro quem sou, que prazer realmente me diverte e rio sozinha, rebelde como no primeiro dia da minha adolescência. quem foi rainha, nunca perde a majestade. e ainda acho que o paraíso é uma mesa de bar, com amigos e uma noite interminável para gente desbravar.

2015-07-03 04.58.37 (2)

criatura da noite

26/11/2009

essa coisa de gostar de dormir de dia, todo dia, há milhares de dias, me impede de dormir de janelas abertas. Porque a luz que entra pela janela e pelas frestas das pálpebras, vcs sabem, não permite dormir em paz. gosto de dormir no escuro, oito horas bem seguidinhas. mas não posso negar que o perfume da dama da noite do vizinho, misturada com maresia, entram agora perfumando tudo e vão me levar pra cama, precocemente. São menos de 3 da manhã. por outro lado, se eu estiver dormindo, como vou apreciar a poesia muda e cheirosa da noite? o sol dorme tarde no verão…

%d blogueiros gostam disto: