Sim, senhores, eu levei um bolo.

Bê-ô-bô éle-ô-lô BO-LO.

Simples assim. Marcamos, eu fui. Ele não foi. Dois dias depois ele aparece: “Meu telefone pifou”. Dois dias depois. DOIS DIAS.

Agora vou me inspirar em Sophie Calle e perguntar aos meus leitores o que eles fariam no meu lugar, ao abrir, dois dias depois do desaparecimento, um email onde se lê: “meu anjo… tá dificil, mas vamos conseguir… quero muito te encontrar, naquele dia meu tel pifou, …” É , mas eu estava lá. Dificuldade zero no cumprimento da missão. Demorou dois dias…

A vós, a palavra:

…………………………………………………………………………………………………………….

…………………………………………………………………………………………………………….

……………………………………………………………………………………………………………

sem mais, subscrevo-me

a.d.

apenas uma mulher

26/03/2009

Ele tinha uma namoradona antiga, mas não gostava mais dela. A relação tava aquele fim de festa, caída, ruim. Conheceu uma mulher que ele achou tudo de bom. Se encantou com ela. Saíram:: “Fiz com ela coisas que eu nunca tinha feito com a outra, que é paradona, não gosta de fazer nada. Fui a exposições, coisa que me amarro, trocava altas idéias com ela, uns papos que eu nunca tive com ninguém. tinha que ver a cabeça dela, o papos dela. Ela era ligada no futuro, na vida, nas coisas maneiras” Sendo assim, ele manteve por pouco tempo os relacionamentos paralelos até que decidiu terminar o namorão antigo e engrenar uma primeira com a nova namo.

Feliz da vida, menos de uma semana depois, a ex veio mostrar o exame positivo de gravidez.  Triste da vida, ele balançou com o peso da responsabilidade. Bom caráter, gente fina. Como o lance com a outra ficasse cada vez mais bacana, mais a ver, romance, sexo, amizade, trocas, prazer e um claro futuro, ele achou por bem interromper o processo sem delongas. Lamenta profundamente (e nos seus olhos se vê), sabe o que está perdendo, mas tomou a decisão que julga correta e vai mantê-la. Terminou o romance e voltou com a ex grávida. Com quem vai casar em breve. 

Fim

Poucas histórias mexem comigo como as de amores interrompidos pelas intempéries da vida. Esses afastamentos, essas frias e necessárias decisões, bravuras e impossibilidades. Voltei pra casa com um dó no peito. Mas acho que pra mim é pior do que é pra ele. Ele é homem. Eu sou apenas uma mulher.

porque seu coração é uma ilha a centenas de milhas daqui

%d blogueiros gostam disto: