autoajuda

15/09/2012

gosto mesmo qdo falam: “seu sucesso só depende de vc!” E aí a gente fica andando pela vida, carregando aquela culpa master, por ser um incompetente absoluto, por não saber encontrar o sucesso, por não saber galgar os degraus da fama e por não chegar nunca “lá”. Embora trabalhe com as forças do mundo real, com afinco, tendo resultados humanos. Esse resultado mágico, só no imaginário de quem tem a imagem distorcida da realidade. Realidade dói e tem momentos de prazer e fúria. Desconheço esse Olimpo dos deslumbrados com a magia, que promete a mais fácil das saídas: pense e obterá tudo o que desejar. Desejar é fácil, quero ver meter a mão na massa real.

Tenho uma vergonha alheia terrível qdo as madames enchem a boca pra falar de física quântica, uma matéria super específica e escabrosa, para cabeças altamente treinadas. Elas leram as leis do sucesso de Depak e se sentem, assim, as cientistas da autoajuda. Citam física como quem cita a profundidade de Paulo Coelho: boca cheia, cabeça vazia. E os físicos, tadinhos, fora aqueles que trabalharam para o pessoal d’O Segredo e do Quem somos nós, o que será que eles têm a dizer sobre a física aplicada ao eso(his)terismo de madame?

Eu faço música de autoajuda. Meu procedimento quântico é no palco, cantando, desopilando da vida bandida e movimentando nanoesferas de energia boa, oferecendo beleza para quem escuta, diversão pra quem precisa e alívio para as dores do mundo, especialmente as minhas. Essa circulação é pura física, é pura química, é pura biologia. “Lá” pra mim, é o palco. Lá eu chego bem relax.

Anúncios

7 Respostas to “autoajuda”

  1. Essa história de que se você quiser você conseguirá é de um infantilismo assustador Além de uma arrogância incalculável.. Tipo Emília do Monteiro Lobato. É só fazer pirlimpimpin e tudo se resolverá . Eu tento , juro Déa, para que a gravidade me deixe um pouco mais solto, mais flutuante, e ela só me sacaneia, puxando todo mundo pra baixo..E o sol que arde demasiado e eu não consigo deslocá-lo um pouco, tipo Diógenes diante de Alexandre o Grande ….O enorme ! Aí vem os heróis e inventam o avião, a sua música, a poesia.O problema é que tem que ter muito estudo de física, matemática… Xamã tem dificuldades. Os saberes dele alcançam outros vôos.. Beijão

    Curtir

  2. Hummm… chegar ‘lá’, acho que requer um salto quântico! rsrs Chegar aqui, onde estamos, na vida real, com alguma sanidade e contas quase todas pagas e com saúde e garra pra continuar é um milagre diário, um pra lá de lá, rsrs… fácil é um lugar que não conheço! Bjs Dedéia.

    Curtir

  3. marf, adorei o “fácil é um lugar que não conheço”!

    Curtir

  4. Carlucho, sabia que, aqui no Rio, tem um povo que se reúne, as mulheres vestem saias e rodam em volta das fogueiras, na lua cheia, e sonham que são águias americanas, búfalos e índios peles vermelhas. esoterismo colonizado…

    Curtir

  5. Cuméquié???? Águias, indios e búfalos? Elas deviam mais é ir ler o tal 50 tons de cinza e… deixa pra lá.

    Curtir

  6. Carlucho said

    E o mais grave é que alguma lucidez aponta para lua – tenha o tamanho que tiver – e o sonambulismo só enxerga o dedo. É grave.

    Curtir

  7. é, alziro, podiam pelo menos ter sonho de tupi guarani, né?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: