pesos e medidas

01/03/2011

na academia grudada no meu prédio a música está aos gritos. e os professores vociferam palavras de estimulo: “vamos lá, pessoal, o carnaval taí”.

cruzo na rua com um casal sobre-humano, com roupa de malhação. Ela toda aplicada. Aplique no cabelo, no peito, na unha, na boca, cara pálida de peeling. Ele parecia o minotauro.

vou correr na praia desesperada por resultados, amaldiçoando toda a minha cadeia genética por passar a vida toda correndo atrás desse prejuízo que nasceu comigo, me atormenta e não me larga.  já tem aplique de dna no mercado? to dentro!

lembro de uma mulher que vi na TV e nunca mais esqueci. Carioca, casada com estrangeiro, morando no interior de outro país, longe desse insensato balneário, ela me parecia perfeitamente feliz com sua sandália feiosa e confortável, com seu vestido larguinho, unsexy e confortável, com seus cabelos curtos enbranquecendo confortavelmente. Bem à vontade com suas formas fartas e com as grandes bochechas rosadas, quase infantis. O marido, amarradão. Lá ela era uma mulher. Aqui seria apenas uma baranga.

Aturdida por tantos pesos e medidas, cruzo com um menino de uns 14 anos, todo arrumadinho, perfumadinho, bermuda impecavelmente branca, puxando de uma perna, como se tivesse tido pólio (inda existe?). Acompanho o esforço que ele faz pra atravessar a rua com dignidade, mesmo com aquele balanço claudicante semi-cômico. Sinto uma dor asfixiante como se, de uma vez só, eu sentisse toda a rejeição, toda a repulsa de que ele é alvo, toda revolta secreta que ele vai sentir na vida por não entender porque isso aconteceu justo com ele. Sinto um amor profundo cujo nome não sei. E lá vou eu, chorando pela rua, com meu passo firme, minhas pernas perfeitas e meus probleminhas.

Anúncios

6 Respostas to “pesos e medidas”

  1. maray said

    como alguém com pernas perfeitas pode ter problemas??
    ( eu, por ex., passei a vida a sonhar com coxas grossas. E democracia e igualdade social e proteção à natureza, etc e tal, pra ser politicamente correta…)

    Curtir

  2. maray, isso aí!!! pernas pra que te quero!

    Curtir

  3. madoka said

    já está em Sumpaulo Andrea? 🙂
    bjinhos

    Curtir

  4. madoka, nada, menina, to aqui no Rio, o carnaval passando debaixo da minha janela, mas to curtindo :))

    Curtir

  5. sylvio said

    mas, meu amor, nao precisamos ir tao longe para ver mulheres felizes com seus homens mais felizes ainda… paquetá existe! rsrsrs saudades!!!

    Curtir

  6. Zoca said

    nem começa que to chorando até com piada…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: