idas e vindas

21/07/2010

como morre gente nessa vida! nas últimas semanas foi um strike. um tal de velório, missa, enterro, cinzas ao mar, uma loucura. Mesmo assim, a vida insiste em gritar com esse sol lá fora, esse azul, a praia cheia de micro peixinhos ganhando a correnteza, singrando os mares, gaivotas em bando ocupando o espaço. A energia da vida é inexorável. A vida está e é.

Lembro do Neiva, professor que tive na UFF, que dizia que um dia ele se deu conta de que quando ele morrer, nada vai mudar no mundo. Se estiver sol, vai continuar sol. Sad, but true. O mundo é um moinho, a vida é uma montanha russa, os cães ladram, a caravana passa e tudo está exatamente onde deveria estar.  Melhor correr.  Antes que a gente vire, também, cinzas, neste mar de vida. Não é bom nem ruim, é assim.

Anúncios

13 Respostas to “idas e vindas”

  1. pedro said

    Belíssimas suas palavras, Andrea.
    Sábias também.

    Curtir

  2. soraya said

    palavras e fotografia. essa é sensacional. mostra bem que nosso tamanho e importância nesse mundo são bem relativos. se nos dignarmos a contemplar, sorrir e cantar, já é muito. e aí ficamos grandes e majestosos que nem o céu.

    Curtir

  3. madoka said

    parece música o seu texto de tão bonito e gostoso que é de se ler.
    Pois é a vida segue. Perdi meu pai no dia da mentira e já fazem 4 anos. Pra mim esse dia parou, mas as horas continuaram, fiquei a noite inteira com ele, amanheceu, crianças nasceram, e a vida seguiu e segue como se nada tivesse acontecido. é um mistério a vida, né Andrea.
    Vc estudou na UFF, fez que curso lá?
    beijão nocê

    Curtir

  4. madoka, vida doce mistério… vc tb estudou na uff? fiz jornalismo.

    Curtir

  5. pois é, sô, de vez em qdo é bom a gte lembrar do nosso tamaninho…

    Curtir

  6. A vida é mesmo assim. E tudo é sempre como deveria ser. Imutável. E eternamente em movimento.

    Curtir

  7. alziro, it’s all about mutações 😉

    Curtir

  8. E falando em morte, vc viu que morreu o Manoel, o garçom gente boa do Capela? Uma pena. Depois do Gaúcho (o fotógrafo que lembrava o Monteiro Lobato). E o seu Ayres está de licença, com pneumonia… A bruxa anda solta pelo Nova Capela…

    Curtir

  9. pois é, PT, fiquei tão triste de saber. o capela deve tá uma tristeza de doer, né? ele era de uma delicadeza… nao achei uma foto dele pra postar…. tem aí alguma? beijo

    Curtir

  10. elisa said

    é isso aí, “todos os dias é um vai e vem, a vida se repete na estação”. “o melhor lugar do mundo é aqui e agora”. etc etc etc bjs

    Curtir

  11. zoca, se a gente repetir bem muito isso tudo a gente lembra? rs

    Curtir

  12. Lili said

    Cara, é cada foto linda aqui… Que coisa, hein
    rsrs
    Abraço. boa semana.

    Curtir

  13. poxa, carol, que bom!!! vc nao sabe como adoro esse elogio 😉 pro-sa!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: