on crowds and power

22/04/2010

A coisa que mais me aflige na vida é a opressão. Tenho asco verdadeiro de gente que usa poder de qq ordem para oprimir e manipular fracos, pobres, pretos, famintos, despreparados, desesperados, necessitados, ignorantes, incautos e ingênuos.

Sei que minha opinião não faz a menor diferença, mas disputando a pole position da minha lista negra de poderosos que cresceram oprimindo e enganando as massas, estão:

– o(s) papa(s) e seu rebanho de funcionários com problemas sexuais (nenhuma pessoa normal faz voto de castidade, né? habla sério…)

– edir macedo e sua horda de pastores roucos de tanto gritar (nenhuma pessoa normal tira dinheiro dos fudidos gritando daquele jeito, né?)

Que queimem nos respectivos infernos, que eles mesmos inventaram para dominar as massas

Anúncios

5 Respostas to “on crowds and power”

  1. Beá Meira said

    Não há quem me prove que um colégio de padres é um bom ambiente para crianças e adolescentes.

    Curtir

  2. beá, eu estudei em colégio de freiras, tenho certeza de que colégio religioso faz mal à saúde…

    Curtir

  3. zelma rabello said

    Concordo muitíssimo. Acrescentaria á sua lista os táxis bandalhas da Rodoviária que ficam catando as pessoas mais humildes para depená-las do pouquinho que ainda lhes resta. É de dar nojo! Se eu pudesse cuspia neles.

    Curtir

  4. elisa said

    Apoiado, lembrando o meu amiguinho do Leblon que bem me esclareceu que os de Deus serão salvos pelos anjos para um céu lindo que nem podemos imaginar, e os do inferno vão cair numa fenda funda e escura…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: