This is it

25/02/2010

“Cinemamente” falando, tô sempre atrasada. Só vi o filme do Michael Jackson, o This is it, ontem. Com atraso, me dei conta de tudo e chorei copiosamente, impressionada com a doçura, o profissionalismo, a humanidade, a dedicação, a humildade e a qualidade do artista que ele foi. O que me lembrou, claro, da cantora que manda o guru chegar antes, no teatro, pra limpar o ar que ela vai respirar. Ou da outra cantora que dá esporro ao vivo no seu esparro-diretor musical, a mesma que não se dirige pessoalmente a músicos e staff, mas qdo morrer quer virar um orixá,  por ter uma vida espiritual imaculada. E haja novena e haja procissão pra lavar o pecado da soberba, um dos piores que conheço.

Mas o que me bateu mais fundo, o mais comovente, foi sentir o amor dele pelo que ele fazia. A felicidade dele em estar ali, dando vazão a toda capacidade, full power, cercado dos melhores do mundo em tudo. Profissionais competentes, dedicados e igualmente felizes por estarem ali no pico do cume do topo da cadeia da excelência. Oportunidade rara, que nós artistas perseguimos e muito raramente encontramos.

Chorei de peninha dele ao pensar que a morte roubou dele esse fazer. Pro artista, o fazer é soberano. Me senti próxima dele, porque sei o que é o prazer de cantar e estar no palco, mesmo nas minhas modestas condições. Temos algo em comum, afinal. Eu que não creio, pensei nele como uma espécie de anjo de todos os artistas, que por toda a eternidade deitará seu manto, cravejado de cristais swarovsky, sobre os palcos, como um espírito bom, só pra fazer circular e filtrar aquela energia tão peculiar e deliciosa. Ele deve estar em algum lugar, louco pra subir num palco e arrasar.  Ah, deve…

Se ele quiser, no meu próximo show, humildemente me empresto pra ele matar as saudades do palco através de mim. Como um cavalo de santo. For the love, Maicon! L-O-V-E!

 That’s it!

Anúncios

10 Respostas to “This is it”

  1. Eu ainda não fui ver isso. Queria deixar o tempo passar pra poder assistir com mais calma e distancia. E pelamordedeus quem são essas senhoras cantoras???

    Curtir

  2. carla said

    também vi só outro dia e adorei poder conhecer o michael dos bastidores, da gentileza, do amor imenso pela música…

    Curtir

  3. alziro, de repente pareceu que já faz anos que ele morreu… tá tudo rápido, tantos terremotos…

    Curtir

  4. carlita, q coisa tocante, né?

    Curtir

  5. Paraí: tamu indo pra locadora. Texto lindo, Dea! Beijos e parabéns, Lia e Diogo

    Curtir

  6. mel de coruuuuuuuja! hahahahaah, amo vcs!

    Curtir

  7. Maíra Martins said

    Que lindo texto! Deu vontade de rever o filme…
    E deu saudades dele…

    Curtir

  8. Marfiza said

    Queridona, que lindo seu texto. Eu tive um pensamento parecido com o seu, sobre a humildade, a generosidade dele. Fiquei feliz pela Globo ter exibido pensando que alguns incaustos que conhecemos e outros que nem sonhamos conhecer ‘grazadeus’… soberbos que são, possam ter mais uma chance de vê-lo e quem sabe, se envergonhar! rs.
    Quando ele morreu fiquei muito comovida e queria me expressar… mas tudo que me vinha à mente era o poema que eu havia escrito para o Williams Pereira, que eu não conheci, mas que desejei ter conhecido. Então me auto plagiei e reescrevi “Um ser alado” pra ele.

    Era uma vez um ser encantado
    Com o dom de espalhar canções ao vento
    Mas que desejava em sua alma
    Tornar-se pois um ser alado.

    E pra quem nao bastou das canções as asas
    Ousou ápteros pés, alar
    E sonhou dançar na lua. Exagerado,
    o menino fez-se eternizar.

    Incognito ser, de múltiplas formas
    DNA sem cor, fez triplicado
    Perguntas sem respostas, ‘neverland’
    Like you, never again, mitifado.

    E quem podia adivinhar a sina
    Do jovem pássaro de asas emplumadas?
    Que voou e nem viu as penas
    Que espalhou na revoada.

    Ps: Quando Williams e Michael se encontrarem, vai rolar um som lindo!

    Curtir

  9. Marfiza said

    A propósito… Parabéns! Você escreve lindamente. És uma inspiração pra mim.

    Curtir

  10. marf, querida, many txs, hunny.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: