a poeta do brinco de princesa

15/09/2009

começo o dia conversando com uma poeta de 30 anos. Ela  chega de carro, procurando vaga, está de vestido colorido e botas de cano longo. As sobrancelhas perfeitamente feitas. Ela é linda, ocupada, articulada, cheia de projetos, de sucessos, de viagens, de planos e de falta de tempo. Não consegue nem reeditar seu primeiro livro, esgotado, pq está ocupada demais com as mil coisas que precisa fazer para dar conta de sua vida interessante, dinâmica. Juntas, tomamos suco da luz do sol e seguimos pela estrada ensolarada que é a nossa vida.

depois dela, vem ao meu encontro outra poeta. cabelo recém-lavado, preso num rabo de cavalo descuidado e uma suéter quente demais e larga demais. Quase posso sentir, de longe, o cheiro da alfazema que usa. Lembro da mãe de santo: alfazema esfria o coração. Tenho vontade de contar pra ela. Calo. Se esforça, tímida, mal olha pra mim. As sobrancelhas nunca foram feitas, na vida. Sem vaidade nenhuma, sem jamais olhar nos meus olhos, ela quase nao fala sobre si mesma, sobre sua poesia, sobre nada. Em um ano já lançou dois livros de poemas pungentes que fazem a gente chorar e daqui a pouco lança o terceiro. Não sei falar, ela diz. Confusa, frágil, usa a poesia como um escoadouro de suas emoções represadas, sua angústia de viver. Pede perdão por não ser falante, por não ter o que dizer. Me identifico profundamente com ela e sei a dor que ela sente, inexpressável, indivizível e impronunciável. Saio abraçada aos seus livros: “liga pra mim, pra qq coisa”, eu digo, nem sei pq.

Na florista da esquina, vejo um vaso repleto de brincos de princesa em flor  e compro correndo. Queria oferecer a ela essa beleza, essa leveza que ela não consegue ver. Trago os brincos de princesa pra casa e estou olhando pra eles enquanto escrevo isso. Brincos de princesa para colorir a estrada de uma poeta triste.

me dê a mão, vamos sair pra ver o sol, o sol

18 Respostas to “a poeta do brinco de princesa”

  1. Lindo, lindo lindo!!! A poesia da moças te contaminou. E a foto é deslumbrante.
    Quem são essas 2 poetas?

    Curtir

  2. hmmm, alziro, sorry, um dia te conto pessoalmente, for your eyes only…

    Curtir

  3. Beta said

    Branquinha, vc é minha poeta preferida! Linda! Saudades.

    Curtir

  4. Beá Meira said

    Eu diria que se trata de uma oposição entre o clássico e o romântico. O clássico inserido no sitema, tem uma sensibilidade objetiva aplicável a sociedade. O romântico, subjetivo, vaga e emociona.
    Melhor mesmo é ser objetiva, sem tempo e não tirar a sobrancelhas. Ou ser subjetiva tímida e usar vestido florido com bota de cano longo.

    Curtir

  5. teresa said

    olá, de volta à blogosfera, vim te apresentar meu blog novo, agora estou na irlanda. um beijo.

    Curtir

  6. Dizer o quê?
    Vai ficar nos meus Favoritos!
    Porquê comentar no início, para dizer que ainda vou procurar o Fim…
    Bjs
    F

    Curtir

  7. Elisa said

    O indizível será para sempre indizível… nem a fé, nem o intelecto, nem o amor, nem nada mesmo. Mas tenho que concordar que a beleza e a arte aproximam de uma compreensão qualquer.

    Curtir

  8. beta, vc nunca mais veio aqui? poxa…

    Curtir

  9. beá,,, ahahaah, vamos clonar essa poeta ideal e ver que tipo de poesia sai disso? rs

    Curtir

  10. teresa, irlaaaanda? uau! vou ver seu blog, já! bj

    Curtir

  11. zoca, acho que a arte é uma tentativa de traduzir o indizível para o dizível

    Curtir

  12. francisco, que bom! volte sempre!

    Curtir

  13. teresa said

    Andréa, me dá seu email. Escreva para teresabreu@hotmail.com. Estou te ouvindo no teu site e vou apresentar ao ministério a proposta para vc vir tocar em Dublin. bisous

    Curtir

  14. Carlucho said

    Uma delícia.0.3

    Curtir

  15. carlucho, vc conseguiu!!!!

    Curtir

  16. googala said

    poeta feliz é que nem exblogueiro. Lenda.

    Curtir

  17. ahahahaahaha, guga, uma vez blogueiro, sempre blogueiro…

    Curtir

  18. […] A poeta do brinco de princesa […]

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: