o dia do livro perdido

20/04/2009

outro dia entrei num taxi, com um livro na mão, com o intuito de esquecê-lo ali mesmo no banco de trás. Avisei ao motorista que era pra ele ler ou dar pra um passageiro. Ele morreu de rir, topou na hora. Eu escrevi um bilhete para o proximo leitor, coloquei meu nome, local e data e torço para que o livro esteja por aí, rolando de mão em mão. Faltou chipar o livro. Adoro imaginar por onde ele anda, quem o leu, quem o recusou.

 A idéia não é original, há movimentos chamados de bookcrossing – cruzamento de livros – em todo o mundo. Acho uma ótima idéia para ser copiada. Neste dia 23, um monte de gente vai esquecer livros pelo mundo, para outras pessoas pegarem e lerem e passarem adiante.

Eu conheci uma pessoa cultíssima que não mantinha uma biblioteca, embora tivesse adquirido e lido milhares de livros na vida. Guardava os essenciais, os livros de consulta, os favoritos. Os outros todos emprestava a perder de vista, sem querer devolução, e estimulava a corrente, pra deixar o livro cumprir seu destino de ilustrar muitas vidas.  Acho lindo.

E morro de rir de lembrar que um fulano famoso aí, dono de uma grife cafona aí, mandou fazer uma biblioteca em casa, daquelas até o teto, e encheu tudo com livros sob medida. Como? Ué, encomendou as lombadas de couro gravadas em dourado, só títulos de clássicos da literatura mundial, muitas obras completas, Proust, Freud, Marx, Shakespeare. Tudo pra impressionar as visitas. As lombadas eram vazias, sem livro dentro. Coisa mais cafona do mundo…

Então vamos lá? Dia 23 é dia de esquecer um livro em algum lugar e de pedir a São Jorge, nosso padrinho, que nos dê força pra guerrear como é preciso.

onde eu possa plantar meus amigos, meus discos, meus livros e nada mais

Anúncios

3 Respostas to “o dia do livro perdido”

  1. Elisa said

    Amei isso: guerrear como é preciso. Disse tudo sua leoa livruda. Mil beijos

    Curtir

  2. maray said

    não consigo esquecer livro que gosto…parece que estou esquecendo um filho! Mas tenho alguns repetidos ( o maridão tem gosto parecido e compramos o mesmo, às vezes)vou tentar esquecer esses…

    beijão

    Curtir

  3. maray, conseguiu? eu ia responder, mas resolvi fazer um post… bj

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: