Rio-Santos

06/12/2008

fluxo borbulhante que não pára de correr nem pra descansar, nem pra dormir. calor que sai da pele pelos poros. vapor dentro de mim, maresias. da janela da van vejo pessoas a cavalo, carros velhos, casas feias, bicicletas levando crianças na escola, cachorros de rua, cidades pequenas, uma após a outra, passando pela estrada ao longo de nós, pessoas comuns. passam montanhas verdes, praias douradas, mares azuis, estradas de asfalto, rodas de samba, baixo Leblon. passa tudo e não passa vc. 

Eu ando pelo mundo divertindo gente, chorando ao telefone

Eu ando pelo mundo divertindo gente, chorando ao telefone

Anúncios

9 Respostas to “Rio-Santos”

  1. sylvio said

    vim ver. adorei. e… quando nao bebemos?
    bjs

    Curtir

  2. sylvio said

    bem, vou escrever de novo:
    vim ver. adorei. e… quando não bebemos?
    bjs

    Curtir

  3. Arnaldo said

    Gostei da cara do novo site. De qualquer forma, eu gostava da cara do antigo também.

    Um beijo.

    Curtir

  4. teresa said

    muuuuuuuito bom!! gostei do novo site!!!

    Curtir

  5. gugala said

    que beleza de foto-prosa!
    bjs
    tá tudo lindo por aqui, hein?

    Curtir

  6. arnaldo, obrigada pelos dois elogios, volte sempre! bjs

    Curtir

  7. oi, teresa, beijos pra vc, à bientôt!

    Curtir

  8. guga, foto-prosa foi demais!!! amei essa categoria e vou usar! dou crédito, podexá! bj, vc é um gênio! rs

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: